domingo, 25 de julho de 2010

TRATANDO A ÁGUA COM AFETO

Nesse dia 25 de julho considerado, pelo Calendário Maia, como o DIA FORA DO TEMPO, na vizinha cidade de Caxambu foi realizada a Celebração Da Água, um ritual de agradecimento e AFETIVIDADE.

(Leia aqui sobre o Dia Fora Do Tempo).

Dentro do Parque das Águas, onde o precioso líquido jorra abundantemente das Fontes e, com muito AFETO, cura os seres humanos, a Água foi homenageada.

Em 1992, Masaru Emoto iniciou pesquisas sobre os micro agrupamentos de água estendendo seus estudos com uma longa jornada por todo o planeta, procurando sempre manter a perspectiva de um pensador original.
Através de experiências com micro-fotografias ele compreendeu e demonstrou a verdadeira natureza da água e sua profunda conexão com a consciência humana, seja do ponto de vista individual ou coletivo.
As formas estruturais da água observadas nos cristais sofriam alterações na sua forma, dependendo da influência do sentimento do observador ou do meio.
A ÁGUA SENTE !

Realizada há 7 anos em variados países, a Cerimônia da Água deste ano foi transmitida de Caxambu para mais de 200 locais do planeta onde ocorreram eventos similares, parte do Global Water Cerimony.
Esta celebração teve início com uma caminhada acompanhada de música, para apresentação das imagens dos cristais das 3 fontes fotografadas por Emoto em 2002.

Dentro da Fonte Mayrink a Orquesta de Caxambu tocava, enquanto a população se acotovelava para poder apreciar o belo momento.

A Fonte Floriano Lemos - conhecida pela população como o gêiser de Caxambu, é na realidade, um "gás-lift", fenômeno raro em nosso planeta.
A força dos gases pressiona as águas das profundezas em jorros regulares, duas vezes por dia, proporcionando um banho natural de águas minerais carregadas de radioatividade, irradiando um estado de alegria e bem estar.

A Fonte Ernestina Guedes, localizada em frente ao lago, foi o local escolhido para a Cerimônia.
O grande público presente participou da afinação por 3 minutos, a 528 Hz.
Emoto recitou o Daidangen (A Grande Invocação) e todos acompanharam 3 vezes :
"Uchu No Mugen No Chikara Ga Kori Kotte, Makoto No Daiwa No Myo Ga Nari Natta. (O infinito poder do universo que se critalizou para criar um mundo de verdade e grande harmonia)

Durante essa cerimônia, em que Emoto fez a oração de agradecimento e o pedido de desculpas pelo mal trato do homem à água:

"Água, eu sinto. Água, me perdoe. Água, obrigada. Água, te amo."

o gêiser fez sua apresentação regular !

Fotos dos cristais de água:


Água pura.
Água após receber orações.

Água que ouviu Heavy Metal.

Água poluída.

A água sente !
Sente e reaje. Que possamos, cada vez mais, demonstrar um AFETO verdadeiro pelo elemento que é o responsável pela vida no planeta Terra.




Com essa postagem estou participando da Blogagem Coletiva do blog Espiritual-Idade.


20 comentários:

  1. Muito legal ! Adorei ler esse texto sobre a
    água, sem a qual nada viveria nesse planeta.
    Abençoada água e abençoado nosso país
    que é tão abundante de águas.
    Beijos.
    Vera

    ResponderExcluir
  2. Oi, Vera:

    Às vezes esquecemos que água é vida, e sem ela não existiríamos neste planeta.
    Aos poucos os homens vão ficando conscientes dessas verdades.

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Fico impressionada como a inspiração chega quando se tem essa harmonia com a natureza.
    Essa celebração da água é muito interessante, assim como o festival de São Lourenço.
    Tudo isso nos transmite uma sensação boa de valorização dos elementos mais importantes da vida.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Saudações irmã Flora!

    É lindo o projeto de Emoto! Conheci há alguns meses uma cartilha infantil das trasnformações da água!
    Já tinha visto no documentário "Quem somos nós" também!

    Deve ter sido mágico estar nesta cerimônia!
    Obrigada por compartilhar por aqui!
    Beijo de luz.
    \o/

    ResponderExcluir
  5. Sabe, Gina, que eu e o Gilberto estamos profundamente impressionados com os acontecimentos dos últimos tempos ! É uma torrente de sincronicidades, de movimento, de descobertas. Fascinante...

    No dia fora do tempo, estivemos em 2 eventos muito especiais, encontrando pessoas e partilhando o milagre da vida.

    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Oi, Selena:
    Foi sim, muito mágico esse momento.
    Muitas pessoas acompanhando atentamente a caminhada pelas fontes, ficando em silêncio, respeitando o acontecimento. Tive dificuldade em fotografar, tão grande era a parede humana !

    Foi muito bom.

    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Querida Flora, como me fez bem ler e ver esta postagem. Sabemos que interagimos com o nosso meio ambiente, trocamos energias, um depende do outro... Todos devemos zelar e respeitar por este recurso que nos é vital... Conhecer que tão nobre pessoa pesquisa, constata e divulga estes estudos foi uma agradável notícia. Grata por compartilhar este bom momento.
    Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  8. Olá, querida amiga
    Viajando muito neste mês... mas apreciando o que é postado com tanto esmero...
    Mais um Domingo se foi, dia de nossa Blogagem Coletiva Espiritual Ecumênica e festivo porque tem almoço com os meninos de níver...
    Vou oferecer a vc o que diz Cassiano Ricardo:
    "Então, quedaram-se todos com seus aneis azuis de ORVALHO e os colares de ouro teatral, prestando muita atenção...
    Vc deu um salto de qualidade abordando, carinhosamente e tão pessoalmente, o Tema de hoje. Parabéns! Sempre com imensa criatividade, menina!
    Bjs festivos

    ResponderExcluir
  9. Flora, vc consegue sempre surpreender-me com a volta que dá aos temas. Jamais eu iria lembrar da água em forma de afecto :) Brilhante.

    Já conhecia o comportamento da água quando exposta aos mais diversos estimulos exteriores (bons e maus). Talvez por isso também nós reagimos ao meio, no fundo somos 70% de água não é verdade? Eu também fico assim turva e enegrecida quando exposta a más energias :(

    Beijinhos e parabéns pela participação.
    Demorei a vir porque estou com pouco tempo.

    ResponderExcluir
  10. Preservar a qualidade da água é vital. Infelizmente não se tem dado a importância devida neste Portugal continental. Polui-se com desassombro e impunemente os rios e ribeiros. Tem havido dos governos alguma preocupação para os recursos hídricos mas a população, por vezes, é descuidada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi, Zélia:
    É fascinante essa história da forma que a água toma, conforme os acontecimentos !
    Chega a ser assustador...
    Se a água reage assim, como reagirá nosso corpo, nossa mente ?

    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Oi, Orvalho:

    Viajar é muito bom, e ir até Caxambu - que nem chega a ser uma viagem - é uma das coisas que gosto de fazer.
    Foi muito bom assistir essa Cerimônia da Água, e impressionou-me a quantidade de pessoas que lá estavam, atentas e sensibilizadas com o momento.

    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Oi Esp. Gaspas:

    Se você pesquisar na net vai encontrar outras imagens e informações sobre esse trabalho.

    Obrigada pela visita.

    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Oi, Rute:
    Você nem imagina o exercício mental que tenho feito para participar dessa blogagem !!!
    Tenho usado de muita imaginação para poder encaixar meus assuntos com os temas abordados. Mas no final, dá tudo certo...

    Se somos "água", devemos ficar assim mesmo, diante das energias negativas.

    Beijo

    ResponderExcluir
  15. Caro Micael:

    Essa atitude de descaso com a água é mundial.
    Mas estamos aprendendo, à duras penas, que a água, que parecia eterna, pode acabar. Acabar a água limpa, boa para ser usada pelo homem.
    Acredito que mudaremos de atitude, por bem, ou por mal. É simplesmente questão de sobrevivência...

    BJS

    ResponderExcluir
  16. Flora, eu também! Levo toda a semana pensando no tema e na melhor forma de lhe pegar mas é verdadeiramente espetacular encontrar depois as prespectivas dos restantes participantes.

    A riqueza está, sem dúvida, na diversidade, tal e qual como a natureza. Diversidade de credos, de géneros, de opiniões, de prespectivas...

    Está tudo dentro de nós. As suas postagens originais são a sua forma de comunicar com o mundo. Reparei que a linguagem utilizada para comunicar com os seus leitores é maioritáriamente a imagem. É uma linguagem bem mais universal que a lingua. Por isso te admiro :)

    Acredito que pessoalmente vc seja uma mulher bem mais de afectos do que de palavras :) Muito meiga concerteza.
    Abraço com afecto.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Rute:

    Gosto muito de usar imagens, mas falo muito também !
    Meu signo é Sagitário e dizem que o verbo desse signo é VER. Eu gosto muito de ver coisas bonitas e mostrar as belas imagens aqui.

    Essa diversidade é encantadora sim ! Cada qual com seu enfoque do mesmo tema, com sua forma de expressar seus sentimentos e com a capacidade de criar idéias e ideais.

    Obrigada pelo afeto, que retribuo.

    Beijo

    ResponderExcluir
  18. Oi Flora, parabens pelo seu blog.Me chamo Lenilda, sou de recife Pernambuco.Tenho 57anos visito seu endereço eletronico quase diariamente,morei alguns anos numa chacara, no interior de São Paulo, onde criei meus quatro filhos,dai aprnde a amar a Mãe terra e sinto muita saudades.estou numa fase dificil da menopausa e nos meus momentos de angustia visito seu blog,caminho com voce pelos campos,ando sob os cristais líquidos do arco-iris que voce postou,aspiro o perfume das flores no seu jardim...Hoje tenho meus pais (90 e 87 anos)sob os meus cuidados que não suportariam uma mudança mas se eles partirem antes de mim e se Deus assim o permitir pretendo voltar a morar numa chacara de preferencia no sul de minas, até la respirarei o ar da serra e trilharei os caminhos da minha amada Mantiqueira atraves do seu blog.Muito agradecida

    ResponderExcluir
  19. Ô Lenilda, seu comentário deixou-me muito feliz e emocionada !

    É importantíssimo sabermos o quanto estamos, de uma certa forma, ajudando as pessoas.
    Fico muito grata pelo seu depoimento tão sensível e carinhoso.

    Entendo que está passando por momentos difíceis pois, aos 65 anos, já passei por eles também: comecei meu processo de menopausa após a morte repentina da minha mãe, e foram tempos difíceis. Mas, tudo passa, tudo sempre passará...

    Estimo que possa um dia realizar seu sonho de voltar a viver em contato com a Mãe Terra.
    E se vier para o sul de Minas, quem sabe não nos encontramos ?

    Beijo

    ResponderExcluir

RECEBER SUA VISITA É MUITO BOM !
LER SEU COMENTÁRIO, É MELHOR AINDA !!!