segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

USINA BELO MONTE NA TEIA AMBIENTAL

Transcrevo aqui um resumo da história da Usina Hidroelétrica Belo Monte, razão de polêmica desde a década de 70. Lendo essa história, percebo quão longe da sanidade está o ser humano. E fico imaginando o que passa na cabeça dos governantes ao assumirem obras desse tipo.


"A construçao da Usina Hidrolétrica Belo Monte é cogitada desde a década de 70, pelo governo militar, durante o milagre brasileiro, no entanto os impactos ambientais que a obra geraria, os enormes gastos de verba pública devido à sua magnitude e as manifestações das populações residentes daquela região contra a construção da barragem impediram a realização.

Durante os anos de 1995 a 2002 a obra foi cogitada novamente mas pelo governo FHC e foi duramente criticada pela oposição dura do PT."



"Esta alegava que a obra era desnecessária devido aos impactos acusados nos estudos, ainda incompletos, e às dívidas que os cofres públicos herdariam com a sua construção.
O governo do PSDB, por sua vez, queria emplacar a obra devido ao défict energético nacional que havia gerado o fenômeno do apagão."

"Durante o ano de 2010, o governo federal liderado pelo mesmo PT, antes oposição de cunho popular e interessada no bem estar social disse que construirá Belo Monte mesmo que use o capital estatal, apenas para tal."

"Belo Monte foi leiloada entre dois consórcios, liderados ambos, por capital do estado do fundo de pensão do BNDS, em um evento pontual entre diversas licitações e ordens judiciais de embargo à obra por parte do governo do Pará."

"O governo paraense diz que os impactos ambientais ainda não calculados podem ser deveras graves porque o alagamento de uma área de milhares de hectares, em meio à Floresta Amazônica pode acabar com vários ecossistemas que estão presentes apenas naquelas regiões, aniquilando assim, espécies animais e vegetais nativas daquele local."

"Outro ponto relevante acerca da discussão Belo Monte é a condição das famílias ribeirinhas e das comunidades indígenas paraenses. Muitos estudiosos alegam que, por alterar o regime das cheias da região, a construção da usina vai prejudicar a vida dos nativos por alterar a quantidade de pescado, de caça e da extensão territorial dos seus domínios."

"Por outro lado, o governo ainda seria responsável pela realocação das diversas famílias ribeirinhas que serão tiradas de suas cidades, futuramente alagadas.
Existem ainda pesquisas que demonstram que a Usina não poderá operar à todo vapor durante todo o ano, tendo assim sua capacidade de geração de energia reduzida de 11kwz para 4.5kwz, o que, mais uma vez, seria uma barreira para a sua construção."


"Congressistas da base da oposição defendem outras alternativas, como a construção de pequenas usinas hidroelétricas locais, a utilização de usinas eólicas e, até mesmo, a utilização da energia nuclear, como opções mais baratas e rentáveis de produção energética, mas o governo insiste na construção de Belo Monte, enquanto a base aliada do governo, defende a construção da Usina."

"Mais um ponto interessante nesta discussão é o custo da obra: o governo federal estima que ela custará 19 bilhões aos cofres públicos, mas as empresas privadas já avisaram que a obra não sairá por menos de 30 bilhões por parte do governo, o que pode ser um grande dividendo adicional se contarmos que o Brasil já possui uma dívida pública de 2.2 trilhões de reais."

Texto retirado daqui:
http://vozsocial.blogspot.com/2010/06/um-lago-de-duvidas-belo-monte.html

E resta aquela pergunta que me tira o sono: por que a Usina Belo Monte era alvo de duras críticas do PT-oposição e hoje o PT-governo acha que ela é indispensável para a energia do Brasil?
E por que o PSDB-governo queria fazer a Usina Belo Monte e o atual PSDB-oposição é contra sua construção ???

Por esses e por muitos outros questionamentos, estou divulgando a campanha PARE BELO MONTE, e me transformei num apoiador do AVAAZ. Seja você também mais um !
Veja aqui:
http://www.avaaz.org/po/pare_belo_monte/97.php


18 comentários:

  1. OI, Flora querida
    Como falar de outro assunto???
    Também ví o vídeo parte 2... deixei pro próximo...
    Vc aponta com categoria e riqueza de detalhes da denúncia... muito bom!!!

    ResponderExcluir
  2. Perdoe-me, querida... é o cansaço... a hora se avança!!!
    Me distraí e se foi sem a despedida valiosa...
    Bjs ecológicos e de paz com votos de excelente semana pra vc...

    ResponderExcluir
  3. Mais uma vez, amiga: me olvidei de informar de que estarei sempre participando da Teia com 2 Blogs... receba, com carinho, mais um: http://espiritual-poesia.blogspot.com
    Bjm

    ResponderExcluir
  4. Minha querida Flora:
    Esse Belo Monte não pode ir adiante. Se a usina for construída o Belo desaparecerá, e do monte que fica nem vale a pena falar.
    O homem é um predador por natureza e da natureza. Ele é um insano nato, um pretenso intelectual que pensa que sabe das coisas, mas tudo que faz para progredir tem conseqüências nefastas para a vida na Terra.
    Ele só sabe construir, destruindo. E justifica suas destruições com alegações de progresso, que só fazem progredir a devastação ambiental e os seus efeitos no clima.
    Vamos torcer para que esse manifesto mexa com os políticos, pois a sorte da Amazônia está cada vez mais entregue a quem não está nem aí para ela.
    Beijos, querida.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  5. Oi Florita!!

    Muito boa elucidação sobre o assunto.
    já assinei a petição no Avaaz, obrigada pela dica.

    Nós da Teia, neste mês estamos bem tristes com o Homem.

    beijinhos green

    ResponderExcluir
  6. Amiga Flora,
    não esqueci não. Conforme lhe disse tenho até já um tema pensado. Mas minhas participações na Teia estão sempre dependentes da receita alusiva ao tema e é essa que ainda não confeccionei. Mais ainda estou em época de exame lá no curso e ando a responder às 19 perguntas aos pouquinhos...conforme o tempo disponivel. Ainda nem consegui comentar as participações todas de 7 FEV!

    Aos poucos chego lá. Atrasada, mas nunca falho. Os artigos da teia são muito trabalhosos, não se redigem assim com duas cantigas. Preciso de muita concentração, sossego, criatividade, algo por vezes dificil de conseguir com o povo cá em casa a fazer barulho, perguntas, etc...

    Li seu texto, mas ainda não me vou pronunciar, pois mais uma vez tenho de marchar para outras responsabilidades. Gosto de comentar com alma e sem futilidade/pressa. Por isso meus comentários são sempre bastante personalizados.
    Beijo além-mar.
    Rute

    ResponderExcluir
  7. Oi, Orvalho:
    Realmente, quando um assunto está em pauta, não temos como não falar do tema.

    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Obrigada, Orvalho, pelos beijos ecológicos !
    Agradeço e rebribuo.

    ResponderExcluir
  9. Obrigada, Orvalho, por participar na divulgação do tema ambiental.

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Meu querido Gilberto:

    Lembrei que eu já "padeci de insônia com a sorte da Amazônia" nos anos 70, como cantou o Roberto Carlos na música "O Ano Passado". Veja aqui:
    http://www.youtube.com/watch?v=gdVaWkRGFkg
    Agora estão querendo que eu perca o sono novamente !!!
    Duvido muito que essa luta contra Belo Monte seja vencida pelos ecologistas lúcidos, mas estamos fazendo a nossa parte.

    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Oi, Renata:

    Infelizmente não é somente neste mês que temos motivos para ficar triste com o Homem...
    É o ano inteiro !!!
    A única solução é não ler as notícias que saem diariamente mostrando mais um ato insano do "animal racional"...

    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Querida Rute:
    Sua participação é valiosíssima para a Teia Ambiental, e seus comentários são sempre inteligentes e elucidativos !

    Entendo sua falta de tempo, pois ele está ficando cada dia mais curto, não é mesmo ?

    Aguardarei pacientemente sua postagem acompanhada da devida receita - mas também estarei com uma boa dose de curiosidade...

    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Parabéns,Flora!
    Vc ñ só assinou o e-mail que lhe mandei (AVAAZ),como já abraçou a causa,difundindo-a.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Izabel:

    Recebi de você e de outra pessoa, e resolvi apoiar.Se juntarmos forças, conseguiremos melhorar a vida no planeta.

    Beijo

    ResponderExcluir
  15. A avidez insaciável humana, de energia electrica, leva a atrocidades desse género contra a natureza.

    O maior exemplo de todos é a barragem das 3 gargantas na China. Onde a condensação de vapor de água alterou o clima, a fauna e a flora.

    Cá em Portugal, há uns anos atrás, também houve muita polémica em torno da nova usina hidrielectrica de Foz Côa. Isto porque existiam pinturas rupestres na zona que iam ser submergida, testemunhos históricos que seriam perdidos para sempre nas águas da barragem.

    Mas, a única coisa que os ambientalistas conseguiram, foi salvar as pinturas rupestres com a criação dum parque histórico, preparado para receber visitantes.

    Tudo o resto, ficou debaixo de água. E o impacto que isso terá ainda se vai ver.

    Deus salve Belo Monte!
    Aos poucos o homem está destruindo o pulmão do mundo :( A Era da estupidez, sem dúvida alguma.

    Bem, Flora, muito mais havia para dizer. Mas fico-me por aqui, avisando que já cumpri minha parte na Teia, apesar do atraso.
    Beijos,
    Rute

    ResponderExcluir
  16. Alessandra Egídia de Oliveira28 de março de 2011 11:16

    Estou colocando a foto das bandeiras para o perfil no causes, para que se diga não a construção de Belo Monte, queria saber se posso?

    ResponderExcluir
  17. Oi, Rute:
    Existem momentos em que somos tomados por um profundo desânimo, ao ver o rumo que o Homem está dando ao Planeta.
    Além de ficarmos esperneando, falando, escrevendo e reclamando, só podemos rezar...

    Beijo

    ResponderExcluir
  18. Oi, Alessandra:

    Encontrei essa foto na net e usei. Faça o mesmo, pois estamos trabalhando por uma causa justa.

    ResponderExcluir

RECEBER SUA VISITA É MUITO BOM !
LER SEU COMENTÁRIO, É MELHOR AINDA !!!