segunda-feira, 1 de novembro de 2010

BELTANE NO HEMISFÉRIO SUL

Em tempos muito antigos, os homens viviam em perfeita comunhão com a Natureza e baseavam suas vidas nos ciclos do ano.

Morando na roça, convivendo com a Terra e seus animais, entendo o que sentiam os povos ancestrais.
Dependo do sol, da chuva, do calor ou do frio.
Admiro o céu azul ou me interiorizo com a visão do céu cinzento.
Aguardo as flores da Primavera e me encanto com a neblina do Inverno.

Encontrei nesse site (http://www.misteriosantigos.com/rodadoano.htm), informações muito interessantes e, transcrevo aqui algumas idéias:

A RODA DO ANO CELTA

"A concepção de tempo dos pagãos (o termo pagão significa: povo dos bosques), principalmente a dos Celtas, era um tanto diferente da atual, O tempo era para eles, não linear, mas circular, cíclico; e há também o calendário , que era para eles lunar, enquanto que o nosso é um calendário solar."


"Como podemos ver, existem quatro momentos do dia - 24 horas - que são pontos vitais, e há quatro pontos secundários que são pontos de equilíbrio. No processo de imagem refletida para imagem projetada, temos no ano -365 dias - quatro momentos vitais: o primeiro dia do ano e o primeiro dia do quarto, sétimo e décimo meses, dias que caem na divisão exata do ano em quatro partes iguais, em quatro elementos."

"Temos também, quatro momentos secundários: a entrada de cada uma das quatro estações, delimitadas pelos solstícios e equinócios. Assim nossa Roda do Ano está formada e em eterna harmonia com o universo."

"Nessas ocasiões eram homenageadas duas divindades: a Grande Mãe, ou simplesmente a "Deusa" que simboliza a própria terra, e o Deus Cornífero *, O Gamo Rei, protetor dos animais, dos rebanhos e da vida selvagem.

* Representando a divindade masculina do Deus que recebia os nomes de Galhudo, Cornélio, Cornudo e até mesmo Chifrudo, sem ter qualquer conotação com o que a Igreja estabeleceu como "demônio do mal". Os galhos, na antiguidade, eram sinônimo de força e honra e não o que hoje significam.

Esta era a maneira de pensa e agir dos Celtas, que tinham seu calendário baseado nesses oito momentos do ano, quando reuniam-se em clareiras e templos para festejar ritualisticamente essas oito datas.
A cada uma delas deu-se um nome:

NOME----- - -- - - -SIGNIFICADO --------- - - ----- HEMISFÉRIO NORTE ---------HEMISFÉRIO SUL

Samhain ............. Fim e Início de ano...............31 de outubro.................... 30 de abril

Yule.................... Solstício de Inverno.............. 21 de dezembro................21 de junho

Imbolc ............... Festa do Fogo (Luz, Sol)......... 1º de fevereiro................. 1º de agosto

Ostara................. Equinócio da Primavera......... 21 de março..................... 21 de setembro

Beltane............... A fogueira de Belenos........... 1º de maio....................... 1º de novembro

Midsummer........ Solstício de Verão.................. 21 de junho..................... 21 de dezembro

Lughnasadh......... Festa da Colheita................... 1º de agosto................... 1º de fevereiro

Mabon................ Equinócio de Outono............. 21 de setembro............... 21 de março

"Estamos, portanto, em Beltane, e vamos entender um pouco o que isso significa:
Na antiga religião, antes da Igreja destruir este culto e transformá-lo no que se conhece como "bruxaria", os camponeses iam para os bosques de carvalhos à noite e acendiam enormes fogueiras para a Deusa, o que tornou esta festividade conhecida como As Fogueiras de Beltane".

"Então, no 31 de outubro ou 1 de novembro, deveríamos fazer um círculo com pedras, ficar dentro dele e acender uma pequena fogueira. Este ritual de fertilidade vai promover mudanças na vida de todo aquele que entender o significado do Beltane.
Na verdade é um louvor a Terra, à Natureza e à Mãe de todas as coisas. É uma data muito bonita e de grande significado."

"Em Beltane nós nos abrimos para o Deus Cornífero e para a Deusa da Juventude. Não importa quanto velhos sejamos, em Beltane, sentimo-nos jovens novamente e nos unimos ao fogo da vitalidade e juventude e permitimos que esta vitalidade nos vivifique e cure"

"Quando jovens talvez usássemos este tempo como uma oportunidade para conectar nossa sensualidade de um modo criativo, e quando mais velhos, esta conexão será obtida através da união dentro de nós mesmos, das nossas naturezas feminina e masculina.
A integração entre nossos dois aspectos interiores, feminino e masculino, é o caminho da espiritualidade e Beltane representa o tempo onde podemos nos abrir amplamente para este trabalho, permitindo que a união das polaridades ocorra naturalmente.
Este é um trabalho essencialmente alquímico."

26 comentários:

  1. Minha querida e mui amada musa das florestas, a sagrada Flora dos Celtas e de todos os povos que reverenciavam a Mãe Natureza.
    O seu grito foi ouvido pelos seres dos bosques, mas não sei se chegarão oas ouvidos dos seres do asfalto.
    Abaixo o Dia das Bruxas dos norte-americanos, e viva as Fogueiras de Beltane!
    O Rei Arthur ouviu o seu apelo e se levantou do túmulo, indo em meio às brumas de Avalon ao encontro de Morgana, deixando a Guinevere em Camelot a distribuir doces aos cavaleiros da Távola Redonda, para que eles não fizessem travessuras, na ausência do Rei.
    Se não foi isso, deve ter sido quase isso.
    E viva Beltane!
    Beijos do seu amado Arthur, com o seu amor abrasado pelas fogueiras ritualísticas de Beltane.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  2. Eram sábios esses celtas...
    Beijos.
    Vera

    ResponderExcluir
  3. Que bom que já chegou Flora!!! Foi rápidinho!
    A farinha é das sementes de alfarroba mas as bagas vermelhas são bagas goji. Aproveitei ainda haver um pouco de espaço na lateral do embrulho para juntar umas bagas que por certo são desconhecidas para si.

    Veja estes links, para conseguir usar as bagas:

    http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2009/10/forma-doce-havaiana-com-bagas-goji.html

    http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2010/02/nectar-reinheta-com-gojima.html

    http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2010/01/tarte-de-laranja-c-creme-pasteleiro.html

    Também há quem já tenha conseguido semear. Nunca tentei mas ainda hei-de experimentar:

    http://www.centrovegetariano.org/Article-504-Cultivar%2BBagas%2BGoji%2Bem%2Bcasa.html

    Quanto ao ano celta também andei lendo e a nossa tradição portuguesa tem sim influência celta. Inclusivamente o Dia de todos os santos e "O Pão por Deus".

    Estou muito feliz :))
    Beijo grandão!

    ResponderExcluir
  4. Olá amiga
    Passei para lhe dizer que tem um selinho para si no meu Açor. Passe por lá e traga-o.
    Vou estar uns dias sem comentar, pois vou ser sujeita a uma pequena cirurgia.
    Voltarei assim que puder, se Deus quiser.
    Até lá um beijinho.
    Lourdes

    ResponderExcluir
  5. olá, Flora.
    obrigada pela compreenção de sempre.
    me senti muito be lendo este texto, e em especial me emocionei com a dada com a FESTA DO FOGO, penso que sou mesmo filha do sol, e e descendente dos seltas, pois as coisas da terra me fascinam, e a do asfalto me aborrecem por demais.
    que possamos sim viver o Beltane, em vez deste me perdoe a palavra(idiota dia das bruxas), pra variar importado de outro pais
    gosto das coisas da terra, do ar, da água, e do fogo, assim como o povo Celta mais sábio que a maioria de nós hoje em dia.

    beijos de luz,

    ResponderExcluir
  6. Ei Flora
    Seu blog é um espetáculo, tudo que eu gosto, plantas, natureza,cozinha, imagens bonitas.
    Já estou te acompanhando.
    Bjos e boa noite.

    ResponderExcluir
  7. Meu querido cavaleiro Gilberto:

    Entendo que seguir o ciclo da Natureza deveria ser o normal, mas como as pessoas verão esses ciclos se estão dentro de apartamentos e escritórios ?
    Cabe a nós, pagãos-moradores-dos-bosques, o trabalho de despertar esses conhecimentos antigos.

    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi, Vera:
    Os povos antigos possuiam a sabedoria natural, sem interferência global.
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Oi, Rute:
    Obrigada pelo presente !!!
    Foi uma surpresa muito agradável quando o Gilberto chegou, no meio da reunião das artesãs, trazendo o pacote do correio !
    As "meninas" artesãs ficaram muito surpresas e eu muito feliz.
    Vou "estudar" suas receitas e experimentar a famosa farinha de alfarroba, além das bagas goji.

    Agradeço, de coração, seu carinho e gentileza.

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Oi, Lourdes:
    Agradeço a lembrança ! Já peguei o selinho e coloquei aqui no blog. Só não consegui indicar as pessoas a quem ofertá-lo. Meu computador anda com alguns probleminhas...

    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Oi, Rosan:
    No momento em que estivermos mais ligados com a Natureza vamos entender essas datas.
    Para nós, o "dia das bruxas" é no 1º de maio, quando a Natureza está começando seu momento de descansar. Quando os dias estão menores e a noite aumenta.
    Leia o blog que indiquei e entenderá muito bem essas festividades dos celtas.

    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Oi, Maria Célia:

    Obrigada pela visita !
    Seu blog é muito bonito e mostra assuntos que me interessam bastante.

    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Obrigada, Gaspas !
    São fotos do meu sítio e do Rio Verde.

    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Flora,
    no post sobre os discos da Amália Rodrigues deixei uns exemplos de um novo tipo de fado. Vc viu?
    Beijo.

    ResponderExcluir
  15. Querida Flora, como sempre viajo em seus textos...
    Reúnem conhecimento e sabedoria valorizando a mãe-natureza. Gosto de ler e ouvir histórias assim, que definem e explique os nossos ciclos de vida que nos façam sentir parte desta mágica e envolvente força do universo.
    Grata por este momento tão especial.
    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Rute:
    Já li, ouvi e comentei !
    Obrigada pela oportunidade de conhecer o novo fado.
    Beijo

    ResponderExcluir
  17. Fico muito feliz, Zélia, por você sentir assim!
    Eu sou encantada com esses mistérios, esse lado oculto, e esse mundo invisível que está tão pertinho de nós.
    A Natureza é a verdadeira ligação dos homens com o ser superior.

    Beijo

    ResponderExcluir
  18. acho tão importante essa ligação com a natureza...pq o homem a abandonou?
    é nossa mãe, somos nós mesmos.

    Celtas, povo sábio. E tão injustiçados que foram, caçados por uma igreja sedenta por poder.

    ainda bem que os rituais não se perderam. E obrigad por divulgar
    um bom dia a vc

    ResponderExcluir
  19. Olá, amiga
    Cheguei há pouco da roça e o seu post veio bem a calhar:
    "Admiro o céu azul ou me interiorizo com a visão do céu cinzento.
    Aguardo as flores da Primavera e me encanto com a neblina do Inverno".
    Foi tudo uma delícia por lá e por aqui,não menos!
    Bjm doce de quem abstraiu o ar do interior...

    ResponderExcluir
  20. A foto do rio é uma das mais belas fotos que já vi.

    ResponderExcluir
  21. Obrigada, Alexandre, pela visita e comentário.

    No blog nós temos a oportunidade de mostrar esses conhecimentos antigos. Muito aprendemos e ensinamos por aqui, não é mesmo ?

    Beijo

    ResponderExcluir
  22. Oi, Orvalho:
    Suas eternas viagens devem ser um bálsamo para o corpo e para a alma...

    Beijo

    ResponderExcluir
  23. Obrigada, Satya, pela visita e comentário.
    Visitei seu blog mas, não encontrando tradutor, nada pude ler.
    Essa foto ficou muito bonita mesmo. Consegui um bom ângulo.

    Beijo

    ResponderExcluir
  24. Ja vi em muitos sites as datas pra Beltane em 31 de out e 1º de novembro no HS, pq essa discrepancia?

    ResponderExcluir
  25. O que me foi informado, Monsieur, é que essas datas tem validade por 3 dias ! Assim sendo, 31 de outubro, 1 e 2 de novembro estão com a energia desse evento.
    Acredito que cada um vai enfatizar o seu dia preferido.
    Obrigada pela visita.

    ResponderExcluir

RECEBER SUA VISITA É MUITO BOM !
LER SEU COMENTÁRIO, É MELHOR AINDA !!!