terça-feira, 31 de janeiro de 2012

DIÁRIO DO PARAÍSO

Lendo a postagem da Neide, do blog COME-SE, relembrei a época em que chegamos aqui no sítio.
Absolutamente apaixonada com a nova vida que estávamos experimentando, comecei a escrever o que chamei de "Diário do Paraíso". Transcrevo para vocês esses ternos momentos.

http://come-se.blogspot.com/2012/01/piracaia-aos-poucos.html

"DIÁRIO DO PARAÍSO" - 2 de Agosto de 1992.

"Comecei a escrever num domingo sinistro, com sol fraco, nuvens escuras e um pouco de vento - do jeito que eu gosto ! Aliás aqui acontecem dias assim várias vezes. Acho que é no inverno. Amanhã faz 1 ano que mudamos para São Lourenço.
Ontem fez 2 meses que estamos na nossa casa da montanha ! E como tenho sido feliz neste 1 ano e, principalmente, nestes 2 meses..."

"É o meu paraíso, ainda um pouco careca e poeirento, mas caminhando para o verde dos meus sonhos. Tenho semeado muitas flores, plantamos árvores, fizemos horta, caminhos, escadas. Quando digo nós, somos eu, Gil e o jardineiro com quem aprendo tudo que posso, observando e perguntando."

"Não sei se este será meu último diário/agenda. Nem do mundo... Uns acham que temos pouco tempo - e ainda não consegui captar o que seja este pouco tempo... (*)
Não sei também se é por isto que descobri que sou Impatiens, assim como a flor que não espera nada e vai soltando suas sementes ao menor contato."

"Espero ansiosamente as sementes invisíveis sob a terra transformarem-se em coisinhas verdes brilhando ao sol. Todos os dias, ao acordar, corro para fora e inspeciono tudo que plantei ou semeei !"
Continua...

(*)Naqueles tempos, os místicos profetizavam um "fim do mundo", e estávamos sobre o impacto da Guerra do Golfo e a grande tragédia ecológica deflagrada pelo incêndio dos poços de petróleo do Kuwait.
Mas no meu pequeno mundo natural eu vivia momentos de puro êxtase, descobrindo que a vida simples é de uma riqueza incomensurável.

PS: as fotos são atuais, e mostram o meu sítio e arredores.

.............................................................................................................................
A inspiração para esse Diário veio da linda agenda que ganhei de uns amigos muito queridos, Paula e Hílton. Essa agenda mostra Florações Brasileiras de Margaret Mee ( e as imagens são de esboços que Margaret levava em suas expedições), e trechos dos diários de viagem onde ela mostra suas preocupações ecológicas e seu encantamento diante da flora e da fauna brasileiras.

Conheçam um pouco dessa mulher especial aqui:
http://eptv.globo.com/terradagente/NOT,0,0,279696,100+anos+de+Margaret+Mee.aspx
...............................................................................................................................

16 comentários:

  1. Muito legal, Flora !
    Que bom que o mundo não acabou, você
    ainda está no seu paraíso e continua
    nos presenteando com textos e fotos
    tão lindas.
    Beijinhos.
    Vera Scheidemann

    ResponderExcluir
  2. Nossa amiga,

    Achei que vc estava na montanha a mais tempo! Mostra mais! Amo tudo isso.
    Mas como vc já sabe, gosto muito de dias quentes. Me conta porque tá tudo tão sequinho por aí. Aqui o período de chuvas faz maravilhas!

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Passando pra desejar-lhe uma semana abençoada e comunicar que estou bem afastada da net...
    Meus blogs sumiram e tivemos que criar outros continuando os antigos...
    Uma enfermidade me pegou de supetão e me distanciou ainda mias daqui pois precisei estar hospitalizada e agora, em "liberdade condicional"... ( dias em Hospital e dias em casa, entre exames, diagnósticos e outros)...
    Assim que der, seguirei lendo seu post e me enriquecendo, como sempre.
    Bjs de paz e esperança

    ResponderExcluir
  4. Pois é, Vera:
    Naqueles anos surgiram várias "estórias" interessantes e impressionantes.
    Agora, em 2012, o assunto volta a tona, com 1001 especulações sobre um provável "fim dos tempos".

    Enquanto isso não acontece, vou aproveitando minha vida no campo !!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Kátia:

    O meu Diário do Paraíso foi escrito em agosto de 1992, e nesse mês a seca costuma ser forte por aqui!
    Agora estamos molhados da cabeça aos pés, com tanta chuva que deixa as plantas verdinhas e felizes !

    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Que tudo corra bem com você, Orvalho, e com seus blogs !
    Cada dia é um dia e não podemos perder a esperança.

    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Querida Flora!
    Impossível a gente não se sentir emocionada, com este teu relato tão repleto de carinho, simplicidade e ternura... São como gotas de chuva preciosa na terra da esperança! Tão bom saber que vocês construiram cada degrau do teu sonho, rumo ao teu recanto, com jeitinho de um belo paraíso... Isso tudo acalenta e alegra a alma da gente... Muito lindo!
    E sobre o tempo, os "fins dos tempos" e demais "elocubrações" de algumas mentes demasiadamente preocupadas... Quem de nós saberá alguma coisa realmente? Até nas Sagradas Escrituras, o nosso grande Mestre, Jesus, nos ensina que "não devemos andar ansiosos por coisa alguma", e o melhor de tudo, nos convida depois para "olharmos para os lírios do campo"... E o olhar profundo, deste nosso querido Pastor, já diz tudo: A natureza nos ensina a cada a dia em simplesmente viver com confiança e alegria!
    E eu também amo as ilustrações da inesquecível Margaret Mee...Pequenas e valiosas obras primas, vindas de uma mulher corajosa e dedicada, que viveu sua vida acreditando no seu grande sonho de retratar e exaltar a natureza... Ganhei no final do ano um livro dela, "Flowers of the Amazon Forest"... Preciso um dia fazer um post sobre esta maravilhosa artista e amiga das plantas!
    Obrigada,querida amiga, por compartilhar conosco estas memórias tão especiais...
    Um beijo grande no teu iluminado coração!
    Teresa
    ("Se essa jua fosse minha")

    ResponderExcluir
  8. È com imensa alegria que estou conhecendo seu blog
    me faz recordar minha vida no campo com meus pais.
    De tudo que existia de mais puro e belo o tempo levou .
    Ao ver sua postagem meu coração balançou de saudades
    de um tempo lindo da minha vida.
    Estou seguindo seu blog ficarei grata e feliz
    em receber você no meu blog.
    Uma linda tarde beijos.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  9. Querida amiga Flora
    O nosso Paraíso deve ser o local onde nos sentimos bem. Aí, em harmonia com a natureza tendo o privilégio de acompanhar de perto e de se emocionar com as pequenas maravilhas da natureza, entendo porque é feliz .Na poeira , no cheiro da terra, no cair da chuva ou no mais bonito dia de sol cabe a nós encontrar os nossos momentos de paz e encantamento.
    Um grande abraço
    Nélia

    ResponderExcluir
  10. Tudo é sereno! O tempo passa suave.
    Como é bom percorrer aqueles caminhhos. Como é bom viver em comunhão com a natureza.
    Minha Babaera (Angola) como estás tão longe. Já não sinto o teu cheiro! Saudades!

    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  11. Minha amiga que local maravilhoso, uma comunhão perfeita com a natureza.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  12. Oi, Teresa:

    Esse meu pequeno Diário/Agenda guardo com muito carinho e gosto de ler e relembrar aquele tempo encantado quando começamos nossa grande aventura: sair de uma grande cidade e vir morar "na roça", juntinho da Natureza e com pouco dinheiro no bolso !

    Foi a maior e mais rica experiência que vivenciamos na nossa vida ! Mudamos nossos valores, conhecemos um outro lado do sistema, descobrindo que podemos viver com bem menos do que imaginamos ser necessário.
    Hoje eu acho que a nossa vida é normal, mas percebo que não é, quando vejo o espanto das pessoas com quem convivemos e conversamos.

    E muito feliz fico ao saber que já servimos de exemplo para vários amigos e conhecidos que estavam sem coragem de fazer essa grande mudança de vida !!! Nós usamos muito essa frase do Cristo sobre os lírios do campo...

    O futuro a Deus pertence, e pouco podemos fazer para evitar o que está programado para a Humanidade.

    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Muito obrigada pela visita, Evanir, e já fui espiar seu blog !

    Acho muito interessante o fato de que eu estou andando na contra mão de grande parte das pessoas pois nascemos em cidade grande e só muito mais tarde foi que viemos viver no campo !

    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Querida Nélia:
    É isso mesmo, amiga, nós é que fazemos nosso paraíso ou inferno ! E o mais importante é valorizar o que temos. Ou tentar mudar de vida !!!

    Obrigada pela visita.
    Beijo

    ResponderExcluir
  15. Querido amigo Micael:

    Até eu fico sentindo saudade da sua Babaera, imaginando como ela será, que perfumes terá, que cores e sabores...

    Beijo

    ResponderExcluir
  16. Oi, Maria:

    Para quem gosta de estar perto da terra, isso aqui é muito bom ! Após 20 anos ainda me emociono com os perfumes da terra, a beleza do céu muito estrelado e as surpresas da flora e da fauna locais !

    Beijo

    ResponderExcluir

RECEBER SUA VISITA É MUITO BOM !
LER SEU COMENTÁRIO, É MELHOR AINDA !!!