quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

CAXAMBU - HOTEL BRAGANÇA NO TURISMO NOSTALGIA.

 Dia lindo de sol e brisa, e lá fui eu novamente passear em Caxambu, essa cidade que me encanta com suas construções antigas e lindas,  e seu ar sereno. As Quaresmeiras já estão floridas -  e a cidade possui muitas - enfeitando e alegrando esse recanto nostálgico do Sul de Minas.


Passei em frente ao Hotel Bragança - que já conheço há muito tempo, mas sempre admiro - e resolvi fotografá-lo  mais um pouco.
Olhem que bela imagem se tem, olhando de dentro do Hotel para a rua, onde a cerca do córrego enfeita a paisagem !

Dessa vez fotografei a bela marquise, e admirei as formas harmônicas dos tempos idos.
E entrei mais um pouco, e fui xeretando e fotografando, até que chegou a proprietária, Therezinha, que já conheço de outras visitas.


 Pergunta daqui, espia de lá, e fui penetrando na história desse Hotel que é dos mais antigos da cidade.
O Hotel Bragança foi adquirido por Antonio Miguel Arnaut em 1925, mas já existia desde 1896, quando se chamava Grande Hotel e Restaurante Silva.


Ainda na década de 20 Antonio Miguel  passou a residir no Hotel, com toda a sua família.  Dez filhos viveram ali e, até hoje o Hotel possui os mesmos proprietários, sendo administrado pelos seus filhos  Antonio Lício Arnaut, e pelas irmãs Therezinha Arnaut e Adélia Licio Arnaut Feldman, que continuam residindo no Bragança.


As horas foram passando, e a agradabilíssima conversa nos remetendo  aqueles tempos antigos, fazendo-nos esquecer do presente. Nessa altura, a Therezinha já tinha chamado o irmão para participar do bate-papo, e ele veio acrescentar muitas informações e histórias que nos envolveram  e fascinaram.


 Na época antiga, o Hotel somente possuía 4 banheiros.  Na reforma da década de 20, quando adquirido por Antonio Miguel, um segundo pavimento foi acrescentado.


Antonio, o filho, nos contou que nasceu no Hotel Bragança, que também era a residência da família.



Também nos contou coisas muito interessantes sobre Caxambu que, segundo ele, possui uma energia muito positiva que até realiza curas. Casos verídicos de pessoas que, somente usufruindo do ar puro e da paz da cidade, curaram problemas físicos.

Isso sem falar na cura pelas águas ! E a família presenciou vários casos ao longo de suas vidas.

Na foto, a antiga cabine telefônica.


Vamos falar um pouco da estrutura do Hotel ?
O Hotel Bragança possui uma área de 3.600m2.
Tem 54 apartamentos, sendo que 8 são conjugados, com 2 quartos interligados para receber famílias que queiram ficar próximas.



O estilo é "oitocentista", com mobiliário de época.
Esse lavatório é simplesmente deslumbrante ! Eu nunca vi outro igual, perfeito e em uso, como o que existe no Hotel Bragança.


Esse lugar é o Recanto do Café, junto do Refeitório. Fica perto do lavatório lindo.
O hotel tem salas de estar, salas para jogos e biblioteca.



Quem olha o Hotel Bragança por fora pode ter a impressão de que ele é um hotel pequeno mas, percorrendo seus corredores e cômodos, descobrimos que não é bem assim !
Observem a beleza dessa parede trabalhada ! E os vitrais coloridos na janela ao fundo.  Detalhes preciosos.


Outro corredor !  Em primeiro plano está o salão de entrada. A seguir a grande sala de estar e, depois o corredor.  Olhem a beleza do piso de tábua corrida.

 Outro corredor, e esse tem passagem em arco no teto. Na realidade ele funciona como uma galeria onde quadros mostram fotos e recortes que contam a história do hotel e da cidade.
                             


No fundo desse corredor está um console com o grande espelho vertical. A Therezinha me contou que nesse lugar,  em tempos muito antigos,  existia uma porta que dava acesso ao Cassino.
Vale a pena observar as  luminárias  de vidro.



Mais um pouco da história da família: na foto, Adília e Antonio Miguel, os proprietários do Hotel Bragança.



Foto relíquia: O Hotel Bragança, em 1913, somente  com um andar.




E aqui, em 1925, quando Antonio Miguel Arnaut o adquiriu.



Continuando meu passeio, cheguei ao Jardim Interno. E jardim é coisa que sempre me agrada !
Nostálgico é esse recanto do Hotel Bragança, com as trepadeiras emoldurando as bonitas portas em vidro.



Num gostoso dia de sol morno, deve ser muito agradável ficar ali, desfrutando da serenidade e beleza do lugar.


A construção ao lado foi, em tempos idos o Cassino do Hotel Bragança. A Therezinha ainda lembra dos frequentadores nervosos, fumando nas janelas, quando estavam perdendo nos jogos ! Ela era uma menina,  mas guardou muitas lembranças dos acontecimentos que presenciou.


 A culinária é um dos pontos altos do Hotel, com cozinha em fogão à lenha.
E o Salão de Refeições é muito bonito, com suas janelas em arco.


 Admiradora de móveis antigos, delicio-me com imagens como a desse móvel do restaurante !


E fiquei totalmente embevecida quando vi esse biombo que divide o Salão da cozinha ! Além da beleza da madeira e dos vidros trabalhados, ainda encontro 3 luminárias no alto !!! Muito bonito e original.


Outra peça lindíssima do Salão de Refeições é essa cristaleira.


 E as lindas portas envidraçadas.


A fachada delicada do Hotel Bragança, vista do outro lado do córrego que corta a cidade. O hotel fica localizado bem perto do Parque das Águas.


 Chegou a hora de mostrar os quartos e seus móveis de época ! A Therezinha, pacientemente,  foi mostrando cada lugar, cada detalhe.
Um quarto com vista... E essa é para o jardim.


Penteadeira belíssima, em 3 folhas espelhadas. Requintes de outras épocas...
Mas os banheiros tem equipamentos atuais, e água com aquecimento central !



 Esse quarto fica na esquina, é grande e tem 2 janelas. E os vitrais coloridos dão cor ao ambiente.
Reparem na mesa de apoio.


 Mesinha de cabeceira com tampo de mármore de Carrara ! Um luxo.


 Cama Patente !!! Qualidade e resistência, além da beleza clássica. Assim são muitas camas do Hotel Bragança.
Vejam aqui a história das camas Patente:
 http://revistacasaejardim.globo.com/Revista/Common/0,,EMI250820-16802,00-EXPOSICAO+CAMA+PATENTE+DE+DEMOCRACIA+EM+FORMA+DE+MOVEL.html

Nos quartos existem esses belos cabides trabalhados.
O mais interessante é que um funcionário da portaria do hotel, percebendo meu interesse pelos móveis antigos, chamou-me para mostrar esse cabide que estava num dos quartos, e ficou elogiando a beleza e qualidade do mesmo ! Parabéns para esse funcionário que valoriza o lugar onde trabalha !!!

Outra penteadeira de 3 folhas espelhadas.


E uma escrivaninha, oferecendo conforto para os hóspedes.

As camas bonitas, os lençóis branquinhos e o cobertor tradicional.  Isso é bom demais !


Os armários são lindíssimos, mas não consegui fotos boas que mostrassem toda a sua beleza.

E também existe uma sapateira, onde os calçados podem ficar bem organizados ! Surpresas de um Hotel tradicional, que mantém o que existe de melhor do passado e oferece as comodidades do presente.

O Hotel Bragança também possui alguns apartamentos adaptados para pessoas com necessidades especiais.
Telefone com discagem direta, TV colorida e frigobar.

A conversa foi esticando, esticando, esticando... Therezinha e Antonio nos contavam suas histórias com aquele jeito calmo das pessoas tranquilas.
 Aqui estão eles.  Ela ainda me emprestou um livro: "Caxambu: de Água Santa a Patrimônio Estadual",  de Maria de Lourdes Lemos, que conta a história dessa cidade imperial.

Um cheiro delicioso chegava da cozinha... Já era hora do almoço e nossos amigos nos convidaram para almoçar com eles.  Mas tínhamos que voltar para casa.
Deixamos Caxambu e o Hotel Bragança mergulhados nas histórias tão bonitas de um tempo passado.
Durante a curta viagem conversamos sobre esse mundo tão rico de tradições e beleza que podemos encontrar em cada curva do caminho.
Basta ter olhos para ver, ouvidos para ouvir, coração para sentir...

Caxambu, mais uma vez, me surpreendeu e proporcionou momentos mágicos onde, por algumas horas,  nos tornamos viajantes do tempo...

Hotel Bragança
R. Antonio Miguel Arnaut, 34 - Centro
Tel: (35)3341-3366  Tel./Fax 3341-3952
Site: http://www.hotelbraganca.com.br
Email: gerenciahotelbraganca@yahoo.com.br 

5 comentários:

  1. É muito belo mesmo. Conhecemos quase todas as cidades do circuito das águas, aqui de Minas e confesso que este HOTEL é mesmo muito encantador...
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi, Malu:

    Minas é mesmo "um estado de espírito", com suas belezas e encantos, físicos e espirituais !
    Gosto do Hotel Bragança e descobri nele belezas antigas.
    Obrigada pela visita.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Está postada minha participação na Teia Ambiental, no blog http://conscieciaecologica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Denise:
    Somente agora consegui fazer minha postagem para a Teia !
    Já fui ler a sua.
    Mais um ano começando e continuamos espalhando nossas idéias ecológicas pelos 4 ventos, não é mesmo ?

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida Flora
    Vc gosta de tirar fotos como eu.. que legal!!!
    A da penteadeira me fez recordar áureos tempos... Gostava delas na casa das tias...
    BTo voltando das férias...
    Bjs fraternos de paz e alegria

    ResponderExcluir

RECEBER SUA VISITA É MUITO BOM !
LER SEU COMENTÁRIO, É MELHOR AINDA !!!