segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

FILOSOFANDO ...

Último dia de Janeiro...
Nem sei bem porque esse mês foi muito citado por aqui. Talvez pelas chuvas torrenciais, ou pelas inúmeras atividades e preocupações em que estive envolvida. Janeiro, Janeiro, Janeiro...

As lindas Quaresmeiras começaram sua floração pela cidade, enquanto que a minha mata nativa aguarda que as suas flores apareçam.
É tempo de cuidar da terra, tão abandonada à própria sorte.
Seminário de Numerologia à caminho, é tempo de arrumar a casa...

AlphaBetos com a fachada pintada, obra do artista e desenhista meu filho.
Muita música, novos alunos, trabalhos em perspectiva...

Loja nova, cuidadosamente decorada, chamou minha atenção no centro da cidade.

E o melhor de tudo é que eles enfeitaram a árvore com bromélias e orquídeas !
Consciência ecológica ou preocupação com a beleza ? Não importa...

Círculos em cortina, pacientemente confeccionada pela filha.
Tempo de mudança, outros ares, outra casa.
Como será esse futuro ?

E a vida continua...
Um atrás do outro, seguindo pela rua de terra.
Caminhar sempre, deixando o passado triste para trás, levando a esperança de dias melhores pela frente.
E lá vamos nós...

sábado, 29 de janeiro de 2011

RÉQUIEM PARA UMA MULHER ADMIRÁVEL !

Na noite de ontem, com 94 anos incompletos, faleceu a mãe do meu marido. Sogra com jeito de mãe, D. Isabel foi uma pessoa muito importante e preciosa na vida de todos que com ela conviveram.

No Natal passado (2010), ainda uma vez ela comemorou conosco, comendo, distribuindo presentes, apreciando as alegres brincadeiras natalinas.
Mas, em janeiro, sua saúde começou a apresentar fraquezas e, suavemente, ela encerrou sua participação no teatro da vida.


Mulher forte, física e emocionalmente, D. Isabel caminhou pela vida com coragem e determinação. Exemplo de otimismo e fé, era ela que todos queriam ao lado nos momentos de angústia e medo.
Muito devo a essa sogra-que-não-foi-sogra. Com ela aprendi muita coisa, e dela recebi palavras de encorajamento e de sabedoria.

Mulher à moda antiga, D. Isabel só teve 1 namorado e com ele casou, após 10 anos de namoro no portão. Esse casamento de amor durou 50 anos, e só terminou quando seu querido companheiro partiu dessa vida, deixando-a só.

Foi mãe exemplar, sempre cuidadosa e amiga. Foi sogra excepcional. Foi a avó que todo neto gostaria de ter, que o diga minha filha que sempre gostou muitíssimo dessa avó preferida !

Foi a esposa amiga e amante, paixão eterna de seu marido e admirador.

Quis o destino que ela falecesse aqui na minha cidade, durante sua temporada anual de férias de verão em terras mineiras.
Que sua alma encontre o caminho da luz e da paz.
Ficamos nós com as lembranças felizes, e a saudade de sua presença...

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

CULINÁRIA VEGETARIANA - Quibe de Ricota

Que tal começar o ano com uma fácil e deliciosa receita vegetariana ?
Para aqueles que ainda estranham essa forma de alimentação, sugiro visitar alguns blogs especializados, pois de lá poderão tirar sugestões muito boas.
Acrescento também que, dentro da minha filosofia naturalista, não basta ser vegetariano.
Eu praticamente não uso produtos industrializados como, caldos, molhos, maionese, adoçantes, margarina, temperos prontos e outros mais, dessa infindável oferta que existe nos supermercados. Viver simples, é a meta.

Depois que descobri essa receita de Quibe, tenho feito com frequência.

Mais uma vez, o marido chegou antes da câmera fotográfica !!!
Como podem observar, a aparência desse Quibe é bastante semelhante ao outro que já mostrei aqui.

A diferença é que a Ricota é incorporada à massa.
Para quem não conhece, aqui está a Ricota.

Ricota
O Ricota é um queijo italiano feito do soro resultante da fabricação de queijos como mussarela e provolone. O Ricota tem textura similar ao queijo cottage, porém consideravelmente mais leve.

QUIBE DE RICOTA

1 xicara de triguilho - 1 cebola gr. picada - sal à gosto
1 ricota - 5 col. (sopa) de azeite - folhas de hortelã à gosto

Lave o triguilho, escorra e deixe de molho em 1 xícara de água. Amasse a ricota.
Misture o triguilho ( com a água em que ficou demolhado) aos os outros ingredientes.
Ponha em forma untada e asse por 30m ou 40m.

Muito leve e saboroso, esse Quibe é atualmente uma das minhas receitas preferidas.

Vejam outros recantos vegetarianos:
http://publicarparapartilhar.blogspot.com/ - da minha amiga Rute.
http://cantinhovegetariano.blogspot.com/

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

JANEIRO - Flores, Cores e Tons

Janeiro já está caminhando para o final. Neste ano tivemos um mês movimentado, com bons e não tão bons acontecimentos. Igualzinho como é a vida...

AS FLORES:
Meus antúrios estão bonitos, com folhas novas e brilhantes, e numerosas flores.

Pela primeira vez, minha Alamanda-trepadeira está mostrando suas grandes flores amarelas ! A Alamanda-arbusto já é minha conhecida de muito tempo, sempre alegrando o jardim com suas pequenas flores amarelas.

O Lírio-do-Brejo laranja está tomando conta da área do Fogo-de-Conselho !

A Sálvia-alegria dos jardins, é presença constante por aqui.

A Bananeira-de-Jardim, planta que tenho há pouco tempo, parece que gostou do lugar e nos oferece seus cachos de flores exóticas.

AS CORES:
As Cores de Janeiro estão no céu azul de verão, mas também tivemos muitos dias de cor cinza por aqui.

Meu mais novo produto: caderno forrado com chita bordada, deu muitas Cores para meu Janeiro!
O caderno em tons de rosa e lilás já seguiu para o Rio de Janeiro, adquirido que foi por uma amiga.

A Cor verde predomina no Janeiro de São Lourenço e minha laranjeira, carregada de frutos, mostra a beleza da minha cor preferida !

O belo cogumelo gigante tem a Cor da terra.

OS TONS:
- Maria lavando roupa, coisa que ela adora fazer ! Coloca as peças dentro de sacos plásticos e deixa criar uma estufa ao sol, coisa que faz a roupa ficar branquinha e perfumada. Vejam a postagem que fiz, em homenagem ao trabalho da Maria: http://floradaserra.blogspot.com/2009/01/lavadeiras-de-portugal.html
- Lagartos passeando pelo jardim, tranquilamente.

Também foi um Tom de Janeiro as inundações que tanto sofrimento causaram país afora.
Aqui, fez o Rio Verde parecer um grande lago.

O Tom festivo de Janeiro para mim foi a participação na Exposição de Artesanato no Parque das Águas ! De lá, ganhei a linda Duende Flora, presente da minha amiga e artesã Beatriz ! Não é mesmo uma gracinha ?

Qual será o Tom de Fevereiro ? E suas Cores e Flores ?
Espero que sejam alegres, luminosas e perfumadas...

domingo, 23 de janeiro de 2011

A MAGIA DAS CORES - Branco

Dando continuidade às postagens sobre as cores, mostro hoje o Branco.
O Branco, em todas as culturas, é associado à luz, ao dia, à consciência, ao ar e ao céu diurno.
O Branco é a soma de todas as cores.


"O Branco é a cor de Oxalá, o orixá da fecundidade masculina que, no Brasil, é o pai de todos os orixás."

Maravilhoso Ipê Branco, em foto do blog Olhares.

"É por isso que o Branco é muito usado nas cerimônias das religiões afro-brasileiras, em sinal de respeito à Oxalá."

Lindíssima mesa em Branco, para festejar o Ano Novo !


"A cor de um objeto é a faixa de radiação luminosa que o objeto reflete, enquanto absorve todas as outras cores."

Delicados lírios brancos do blog da Viviana
http://olhaioliriodocampo.blogspot.com

"Um objeto Branco, portanto, estará refletindo de volta para o exterior todas as radiações luminosas, uma vez que o Branco é a mistura de todas as cores."

Graciosa decoração de Natal, em casa na Rua Santos Dumont, já famosa por sua ornamentação natalina.

"Logo, uma pessoa vestida de Branco não absorve qualquer energia do ambiente - sua roupa é como um espelho voltado para fora que devolve ao ambiente tudo que tenta chegar à pessoa."

Leve e bonita cortininha branca, do Sítio Lagoa Seca.

"A roupa Branca é uma couraça contra a energia que vem do exterior."

Rosas brancas do blog do Nélio
http://nelio-pequenosnadas3.blogspot.com

"É uma faca de dois gumes: protege a pessoa contra tudo que é mau, mas não a deixa absorver o que é bom, por isso, é um recurso muito usado por pessoas que fogem das emoções."

Jade, nossa querida gatinha branca que já partiu para o céu dos gatos...

"Pode parecer estranho para os ocidentais mas, na China, o Branco é a cor do luto."

Minha porcelana Schmidt, modelo Pomerode, comprada nessa linda cidade de Santa Catarina, há muitos anos atrás...

"O Branco dá uma sensação de leveza, de fuga em direção ao espaço."

Mercedes Branco, preciosidade do Encontro de Carros Antigos
http://floradaserra.blogspot.com/search/label/CARROS%20%20ANTIGOS

"Uma pessoa que esteja precisando absorver energia não deve abusar do Branco, utilizando-o apenas na quantidade estritamente necessária para aproveitar seu efeito picológico de limpeza, purificação, leveza e otimismo.
Usado em exagero, como antigamente era empregado em hospitais, o Branco cria apatia e depressão, pois a pessoa não recebe estímulos coloridos, indispensáveis para manter o sistema nervoso funcionando, nem consegue absorver a energia necessária para se recarregar."

Verdadeira tentação, para quem gosta de doce, é esse lindo bolo de casamento branquinho !

Informações retiradas do livro: Cromoterapia, de Eneida Duarte Gaspar.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

MUROS - proteção e beleza

Muros são feitos para fechar, cercar, ordenando e delimitando espaços.
Gosto de apreciar muros, ver as diversas formas que possuem, imaginar o perfil de quem os escolheu.
Altos, fortes, verdadeiras fortalezas ou singelos, simples, decorando mais do que fechando, os muros tem seu encanto e mereceram um lugar aqui no blog.

Recoberto de hera, acho que é o meu estilo preferido. Trazendo o jardim para a calçada, esses muros embelezam e refrescam o ambiente com seu verde profundo.
No bairro Solar dos Lagos.

Mas o imponente e antigo muro do Palacete Cardoso também é muito bonito, com seus trabalhados detalhes.

Muro-contenção em pedra da Igreja N. Sª de Lourdes, no Cafundó. Gosto muito.

Na Fundação Cima's, o muro também é recoberto por pedra, mas o estilo é outro, mais refinado. A beleza maior, no entanto, está na bela árvore que o enfeita !

Outro tipo de revestimento em pedra, este em um edifício que mantém um bem cuidado jardim.

Adoro esse murinho com jeito de casa-de-boneca ! E a casa é das antigas, observem a janela com "bandeira" ( Caixilho envidraçado, ger. fixo, que encima portas e janelas, e que serve para dar claridade aos aposentos.)

Esse muro, em formado de sol nascente faz-me lembrar de tempos antigos... Devo ter visto muitos muros desse estilo, na minha infância, pois é essa a sensação que tive quando o descobri aqui em S. Lourenço.

E o murinho singelo, feito de bambu e enfeitado com árvores e flores ! Só pode ser no meu bairro!

Aqui a falsa hera unha-de-gato ainda não ocupou seu lugar. Se deixarem, em pouco tempo ele também será um lindo muro verdinho !

Muros já separaram cidades, e ainda hoje ouvem lamentações.
Dizem que a Grande Muralha da China pode ser vista até do espaço !
Mas muros também são símbolo de abrigo e proteção.

Como é o muro da sua casa ?